Benoit Tessier/Reuters
Benoit Tessier/Reuters

Ansioso e 'privilegiado', Neymar diz que está com saudade de jogar futebol

Atacante do PSG e da seleção brasileira é elogiado por preparador físico e afirma que não vê a hora de entrar em campo

Redação, Reuters

23 de abril de 2020 | 14h02

O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, afirmou que não saber quando o futebol será reiniciado o deixa ansioso. O jogador de 28 anos está se condicionando em sua casa para um eventual retorno. Ele está em um condomínio fechado em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, sob a supervisão de Ricardo Rosa, seu preparador físico de longa data. Apesar dos esforços de Rosa para manter Neymar ativo com uma rotina diária variada, o jogador disse que a ausência do futebol devido à pandemia da covid-19 está pesando.

"Não saber quando voltar dá ansiedade. Estou com muita saudade de jogar, de competir, do ambiente do clube, dos meus companheiros do PSG. Saudade do futebol, mesmo", escreveu Neymar em seu site. "Tenho certeza de que a torcida também quer ver todos de volta ao campo o quanto antes. Espero que a decisão saia ou seja mais rápido possível", acrescentou Neymar, que marcou 18 gols em 22 jogos pelo PSG antes da suspensão da temporada em março.

Ricardo Rosa diz buscar com seu trabalho evitar aumentar a pressão que Neymar já está sofrendo. "É necessário entender o ambiente que esse atleta vive. Existe pressão das competições. Então você adequa a uma rotina em que não se execute mais pressão. A ideia é aliviar essa pressão, fazendo o controle das cargas de treinamento e o controle da alimentação. Tudo para que ele melhore e evolua, cada vez mais, em sua performance", afirmou, explicando um pouco mais do seu trabalho na mansão.

"Eu procuro fazer uma grande variação de métodos, volume e intensidade de trabalho, diversificando entre os treinos gerais e os requisitos com bola." Em termos físicos, o preparador disse que Neymar está acima da maioria dos jogadores. "Nesses anos todos trabalhando com ele, destacaria na parte física, de maneira geral, que ele é um atleta privilegiado, sempre na média ou acima dela, para jogador de futebol", afirmou Rosa. "Além de ser um atleta ágil e rápido, ele possui resistência. É difícil encontrar um atleta com essas três valências em conjunto, mas, no caso de Neymar, ele é um ponto de curva, porque ele tem as três."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolNeymarParis Saint-Germain

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.