Reprodução / Twitter / @Coritiba
Reprodução / Twitter / @Coritiba

Ansioso para treinar, Coritiba se reapresenta após férias e faz atividade online

Clube seguirá treinos em reunião virtual enquanto não pode reunir os atletas presencialmente

Redação, Estadão Conteúdo

01 de maio de 2020 | 18h10

Após um mês de férias forçadas por conta da pandemia do novo coronavírus, o elenco do Coritiba se reapresentou de uma forma diferente nesta sexta-feira. Isso porque, ainda impossibilitados de voltarem a treinar, a atividade foi feita por videoconferência, com cada jogador em sua casa, sendo orientado por profissionais da preparação física para realizarem alguns exercícios.

"O objetivo desse início de treinamento, apesar de não estarmos em nosso ambiente, é tentar manter um nível de força e dar um estímulo na musculatura que talvez não teve o devido estímulo nesse período de 45 dias, além de uma possível perda muscular e também, ao mesmo tempo, ter algum trabalho de potência", disse o preparador físico, Anderson Gomes, em entrevista ao site oficial do clube.

Esse primeiro trabalho que será feito online é gradativo, para que os jogadores voltem a se exercitarem. Os treinos seguirão de casa também neste sábado e domingo. De qualquer forma, o clube não esconde o desejo em voltar a fazer treinos presenciais, levando em conta todas as medidas de segurança para a prevenção contra o coronavírus. Em nota, o clube disse que aguarda "a liberação dos órgãos competentes para uma possível volta definitiva das atividades presenciais".

Durante essa primeira atividade, os jogadores também foram comunicados, que terão redução salarial de 25% à partir do mês de maio. Visando o bem estar financeiro do clube neste momento complicado, a diretoria do time paranaense suspendeu contratos de todos os jogadores das categorias de base e demitiu alguns funcionários.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCoritibacoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.