Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Antes de assinar contrato, Jadson já treina com time corintiano

Detalhes burocráticos impedem que o meia seja apresentado oficialmente pelo Corinthians

Vítor Marques, Agência Estado

11 de fevereiro de 2014 | 11h45

SÃO PAULO - Prestes a assinar contrato com o Corinthians, Jadson realizou na manhã desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o seu primeiro treino sob o comando de Mano Menezes. O meio-campista, envolvido na troca que levou Alexandre Pato ao São Paulo, participou de um treinamento com bola com o restante dos seus novos companheiros.

No último domingo, o técnico corintiano avisou que pretende contar com força máxima à disposição no clássico diante do Palmeiras, neste domingo, às 16 horas, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, e deixou claro que conta com a estreia de Jadson no duelo.

A expectativa do Corinthians é poder apresentar Jadson como reforço nesta quarta-feira, após possivelmente assinar contrato nesta terça, o que está dependendo apenas do acerto de detalhes burocráticos do compromisso para que seja oficializado como novo jogador do clube.

Além de Jadson, Renato Augusto foi outro meia do elenco corintiano que participou do treino com bola realizado na manhã desta terça. Ele ainda não estreou neste ano e aparece como provável opção para o clássico, depois de ter realizado uma pré-temporada mais longa que a dos seus companheiros, em medida preventiva motivada pelo fato de que o atleta se machucou três vezes no ano passado. O fato impediu que o jogador tivesse uma continuidade com a camisa corintiana.

O volante Bruno Henrique, que defendeu a Portuguesa na temporada passada e será apresentado oficialmente corintiano como reforço ainda nesta terça, foi outra novidade do treinamento com bola realizado nesta manhã. Se regularizado a tempo de jogar no domingo, pode ser relacionado como opção de banco para o clássico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansJadson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.