Ronald Wittek/ EFE
Ronald Wittek/ EFE

Antes de encarar o Arsenal, Klopp se anima com a recuperação de Chamberlain

Meia rompeu ligamentos do joelho direito em abril e iniciou nova fase do trabalho de recuperação

Redação, Estadão Conteúdo

28 Dezembro 2018 | 13h54

O técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, ganhou um entusiasmo a mais para enfrentar o Arsenal neste sábado no clássico da rodada da 20ª rodada do Campeonato Inglês, ao saber da recuperação do meia Alex Oxlade-Chamberlain.

O jogador, que rompeu os ligamentos do joelho direito na primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões, diante da Roma, em abril, começou a correr do lado de fora dos campos de treinamento de Melwood, e iniciou uma nova fase em seu longo trabalho para retornar à equipe.

"É a melhor notícia, a melhor notícia", disse o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira. "Ele começou a ir para o campo e desde o primeiro passo ele parece completamente normal, não como um jogador que está voltando de uma lesão. Ele não manca muito e isso é muito bom."

Com a lesão, Chamberlain, de 25 anos, ficou de fora das finais da Liga dos Campeões, dos jogos decisivos do Campeonato Inglês e da disputa da Copa do Mundo da Rússia - sua convocação para a seleção inglesa era quase certa antes da contusão.

"Desde o primeiro passo Ox parecia o Ox de sempre e isso foi muito legal. Então tivemos de esperar pela reação de seu corpo após o treino e não houve reação, o que é ainda melhor. Nenhuma pressão sobre ele, mas parece que ele poderá estar de volta ao treinamento normal no final de fevereiro. Talvez, eu não tenho certeza, em março. Então, isso nos dá esperança de que ele poderá voltar no fim desta temporada", afirmou Klopp.

"É legal tê-lo por perto com um sorriso no rosto novamente. Ele muitas vezes tem um sorriso no rosto, mas agora com um bom motivo. Ele está obviamente feliz e nós estamos muito felizes", disse o treinador, sem conseguir conter a empolgação. "É uma surpresa. Provavelmente, se alguém do departamento médico ouvir o que eu estou dizendo, poderá ter um colapso. Eu não quero pressionar, mas ele parece muito bem."

Enquanto Chamberlain intensifica sua recuperação, o Liverpool defende a liderança do Inglês diante do Arsenal, quinto colocado, com 38 pontos, 13 atrás do líder.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.