JF Diorio|Estadão
JF Diorio|Estadão

Antes de estreia no Paulistão, Corinthians ganha da Ferroviária

Marquinhos Gabriel marca nos acréscimos no último teste da equipe

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

01 Fevereiro 2017 | 23h39

Diante de mais de 22 mil torcedores, o Corinthians recebeu a Ferroviária para um amistoso em sua casa, como preparação para o Paulistão, e alegrou os fãs só nos acréscimos ao fazer 1 a 0 no rival. O time, que atuou cada etapa com uma equipe diferente, até criou algumas outras boas chances, mas parou na boa atuação do goleiro Matheus.

No primeiro tempo, o time considerado titular do Corinthians não conseguiu superar o goleiro rival. Em duas grandes oportunidades de gol ele foi melhor que os atacantes e evitou a abertura do placar. Na primeira chance, logo aos 6 minutos, Matheus saiu mal com os pés e Guilherme recebeu a bola com o gol vazio. Só que o goleiro se recuperou a tempo e evitou o gol.

E no final da etapa, em um cruzamento da esquerda, Jô cabeceou de dentro da pequena área, mas Matheus espalmou, salvando a Ferroviária novamente. Na melhor oportunidade que teve, o time de Araraquara quase marcou com Juninho, que chutou da entrada da área, mas Cássio mostrou elasticidade e fez ótima defesa.

Após o intervalo, como já tinha estipulado, o técnico Fabio Carille mudou sua equipe inteira. Tirou a formação com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés; Gabriel; Giovanni Augusto, Fellipe Bastos, Guilherme e Marlone; Jô e colocou Caíque; Léo Príncipe, Vilson, Pedro Henrique e Marciel; Paulo Roberto; Marquinhos Gabriel, Cristian, Camacho e Bruno Paulo; Romero.

As mudanças deixaram o Corinthians sem muita criatividade no início, até porque alguns jogadores não estavam na posição mais indicada para atuar no 4-1-4-1 utilizado por Carille no primeiro tempo. Um exemplo é que Paulo Roberto, Camacho e Cristian fazem a função de primeiro volante, mas não tem tanto brilho para atuar na linha de quatro mais avançada como os titulares. Em muitos momentos, a formação era um 4-2-3-1, com Cristian e Paulo Roberto de volantes.

Do outro lado, a Ferroviária marcava forte, corria e se esforçava para voltar para Araraquara com um empate, o que era visto como bom resultado até porque atuava fora de casa. Aos 24, Romero teve uma grande chance, mas novamente Matheus fez ótima defesa e evitou o gol do Corinthians. A partir daí os donos da casa aumentaram o ritmo e tentaram o gol, que veio com Marquinhos Gabriel, aos 49 minutos. Após a vitória, o Corinthians volta a campo no sábado, contra o São Bento, às 17h, em Sorocaba.

 

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.