Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Antes de estreia, Papagaio se diz pronto e exalta concorrência no Atlético-MG

Atacante emprestado pelo Palmeiras vai ganhar chance em partida contra o Tupynambás

Redação, Estadão Conteúdo

19 de março de 2019 | 12h30

Classificado antecipadamente às quartas de final do Campeonato Mineiro e com o primeiro lugar garantido, o Atlético-MG entra em campo nesta quarta-feira para encarar o Tupynambás, pela última rodada da etapa inicial do torneio, apenas para cumprir tabela. Ainda assim, a partida em Juiz de Fora será realizada em "um dos dias mais importantes" de vida do atacante Papagaio, como ele próprio declarou.

O jogo será a estreia do jovem centroavante, de 19 anos, emprestado ao Atlético pelo Palmeiras até o fim da temporada. Papagaio demorou a ficar à disposição do técnico Levir Culpi, pois se lesionou durante a participação da seleção brasileira no Sul-Americano Sub-20. Mas agora será uma das principais atrações do time reserva, que contará com vários atletas formados nas divisões de base do clube.

"Eu estou pronto. Falei que estava aprimorando um pouco a parte física, mas estou pronto. Não sei o que se passa na cabeça do professor, hoje (terça-feira) ele pode chegar aqui e mudar tudo, mas eu estou à disposição e, se for escalado, espero fazer um belo jogo", afirmou, em entrevista coletiva nesta terça-feira na Cidade do Galo.

O último treino do Atlético antes do confronto com o Tupynambás foi fechado à imprensa. Porém, se Levir repetir a formação testada na atividade de segunda, o time que vai entrar em campo terá a seguinte escalação: Cleiton; Renan Guedes, Martín Rea, Iago Maidana e Hulk; Lucas Cândido, Nathan, Daniel Penha e Bruninho; Leandrinho e Papagaio.

Papagaio sabe que precisará mostrar serviço rapidamente no Atlético, pois a concorrência pela vaga de centroavante é grande, mesmo para ficar como opção no banco de reservas. Considerado titular absoluto, Ricardo Oliveira soma nove gols marcados em nove jogos disputado nesta temporada, ainda que viva jejum de quatro compromissos. Já Alerrandro entrou em campo oito vezes em 2019, com sete gols, o que o deixa como artilheiro do Campeonato Mineiro.

"Tem que ter muita disposição para jogar aqui no Atlético. O Ricardo é o titular incontestável da posição, e o Alerrandro vive um ótimo momento, uma ótima fase.

Respeitando muito os dois, eu vou conquistar o meu espaço, com muita humildade, trabalhando. Quando chegar a minha hora, se eu fizer um gol, vou ficar muito feliz", disse Papagaio, otimista em conquistar rapidamente seu espaço no time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.