Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Antes de jogo, são-paulino protesta contra promotores e FPF

Membros da Independente não aceitam o fim das organizadas

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

05 de abril de 2016 | 21h00

Um grupo de membros da Torcida Independente, a principal organizada do São Paulo, fez na noite desta terça-feira um protesto em frente ao estádio do Morumbi em que atacou a Federação Paulista de Futebol (FPF) e promotores de Justiça que combatem a existência das facções organizadas. A manifestação aconteceu cerca de 1h30min antes da partida entre o time paulista e o Trujillanos, da Venezuela, pela Copa Libertadores.

Os torcedores gritaram frases contra a FPF, com o pedido de uma investigação na entidade, e citaram os nomes dos promotores Paulo Castilho e Fernando Capez. O primeiro, que pertence ao Juizado Especial Criminal, disse ao Estado de S. Paulo nesta segunda-feira defender a extinção das torcidas organizadas e prometeu ser mais rigoroso a atos violentos das facções, como os ocorridos no último domingo, durante o clássico entre Palmeiras e Corinthians, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Já Capez, deputado estadual pelo PSDB e atual presidente da Assembleia Legislativa, fez carreira no Ministério Público e ficou marcado por tomar atitudes contra as organizadas. O deputado foi ironizado pelos torcedores no protesto, ao ser citado como suspeito de corrupção por irregularidades no esquema de compra de merendas para a rede pública estadual de ensino.

As autoridades apertaram o cerco às organizadas nos últimos dias, depois de conflitos pela cidade no dia do clássico entre Palmeiras e Corinthians. As confusões causaram uma morte e deixaram feridos. Em resposta à violência, a Secretaria de Segurança Pública anunciou na segunda-feira uma série de medidas válidas até o fim do ano, como a realização de clássicos com torcida única e a proibição das facções entrarem nos estádios com adereços, camisas e instrumentos das organizadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.