Ints Kalnins/Reuters
Ints Kalnins/Reuters

Antes de Real Madrid e Atlético de Madrid, Marcelo elogia Vinicius Junior

Brasileiro deve ficar no banco de reservas do duelo das 16 horas (de Brasília) desta quarta-feira

Estadão Conteúdo

14 Agosto 2018 | 15h22

O lateral-esquerdo Marcelo concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira em Tallinn, na capital da Estônia, onde na quarta-feira o Real Madrid decidirá o título da Supercopa da Europa com o Atlético de Madrid. O jogador evitou falar sobre os planos para os próximos anos, elogiou o novo companheiro de time, Vinicius Junior, e tentou direcionar as perguntas para o duelo do dia seguinte.

"Não vou falar sobre meu futuro. Estamos aqui para ganhar a Supercopa e encantados por disputar outra final", disse o brasileiro que tem contrato com a equipe espanhola até junho de 2022. Marcelo falou somente sobre seu passado, quando comentou sobre o compatriota recém-chegado na equipe.

"É o presente porque está no nosso elenco. Também cheguei aos 18 anos de idade no Real. Ele é uma criança e tentamos fazer que se sinta tranquilo e bem. Chegou recentemente, mas é o presente e também o futuro. Ele está bem e feliz. Estou feliz que exista outro brasileiro no melhor clube do mundo", disse Marcelo.

Vinicius Júnior deve ficar no banco de reservas do duelo das 16 horas (de Brasília) desta quarta-feira. Já Marcelo, hoje com 30 anos, é titular absoluto da equipe e carrega no currículo mais de uma dezena de títulos. Os mais importantes são as quatro conquistas da Liga dos Campeões. A Supercopa da Europa, ele já levantou a taça três vezes - o duelo único coloca frente à frente o vencedor da Liga dos Campeões com o ganhador da Liga Europa.

"É um prêmio estar aqui por haver ganhado a Liga dos Campeões. Sempre temos muitas expectativas por jogar mais uma final com o Real Madrid. É uma honra defender esse clube. Temos muita vontade de poder jogar e poder ganhar", afirmou.

Real Madrid x Atlético Madrid

O Real Madrid estreará na temporada sem a presença do seu principal astro dos últimos anos. Cristiano Ronaldo foi negociado com a Juventus. Do outro lado, o Atlético de Madrid conseguiu manter seus principais jogadores, como os atacantes Antoine Griezmann e Diego Costa, e ainda se reforçou do centroavante croata Nikola Kalinic.

"Cada partida é diferente da outra e as finais também são distintas. O Atlético melhorou muitíssimo e nós também desde as outras finais. Será um jogo muito disputado e é uma partida que todos querem ver. São duas equipes das maiores, e em uma final tudo pode acontecer", analisou Marcelo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.