Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Antes de reestreia, São Paulo deve renovar contrato com Breno

Saída de zagueiros pesa para zagueiro prorrogar vínculo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

26 de junho de 2015 | 07h00

O São Paulo e o zagueiro Breno estão perto de acertar a prorrogação do contrato do jogador por mais um ano. No clube desde janeiro e ainda sem reestrear, o defensor tem o vínculo atual válido até outubro, mas deve ter a permanência garantida por mais tempo para suprir as recentas perdas do elenco para a posição.

A diretoria do clube considera a negociação bem encaminhada e está disposta a esperar o jogador recuperar a forma física. Breno não atua desde abril de 2011 e como passou três anos preso, tem dificuldades para recuperar a condição muscular ideal para que atue com regularidade. O zagueiro recebe atenção especial da comissão técnica nas atividades e costuma intercalar trabalhos no campo com dias na academia, onde faz fortalecimento.

Breno assinou contrato com o São Paulo em dezembro de 2012, quando ainda estava preso na Alemanha por ter incendiado a própria casa no ano anterior. Libertado em dezembro, o defensor passou a treinar com o restante do elenco em janeiro de 2015. O clube do Morumbi resolveu apostar nele para ajudá-lo a retomar a carreira e também pela identificação existente.

O zagueiro foi revelado pelo próprio São Paulo e em 2007 se destacou na campanha do título brasileiro. No ano seguinte, Breno se transferiu para o Bayern de Munique e de lá, passou uma temporada emprestado ao Nuremberg.

A decisão em renovar com Breno é uma forma de garantir no elenco opções para zagueiros. Na semana passada o clube negociou Rodrigo Caio para o Valencia e Paulo Miranda para o Red Bull Salzburg e o discurso oficial dos dirigentes é que nenhum reforço deve ser contratado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirãoBreno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.