Divulgação
Divulgação

Antes de se unir ao Chile para Copa, Aránguiz agradece ao Inter

Volante é desfalque certo para partida contra o Criciúma pelo Brasileirão

AE, Agência Estado

15 de maio de 2014 | 19h52

PORTO ALEGRE - O volante Charles Aránguiz viveu clima de despedida no Internacional nesta quinta-feira. Mas foi apenas uma despedida temporária. Um dos novos pilares do time comandado por Abel Braga, o chileno agradeceu o apoio da comissão técnica e da diretoria antes de se juntar a seleção do seu país para se preparar para a Copa do Mundo.

"Desde que cheguei tratei de fazer o melhor que pude. A torcida reconheceu meu trabalho. Não tinha pensado em uma adaptação tão rápida. Graças aos colegas, dirigentes e técnico que a minha evolução foi rápida. Dá muita vontade de seguir aqui e marcar a história como D''Alessandro e o Figueroa", disse o volante, que vem conquistando a torcida a cada rodada do Brasileirão.

Por causa da preparação antecipada do Chile, Aránguiz é desfalque certo para o jogo do Inter contra o Criciúma, domingo, no sul de Santa Catarina. E, sem poder entrar em campo no fim de semana, o volante já está com a cabeça no Mundial. "Agora tenho que mentalizar a seleção. Estou tranquilo", disse o jogador, prestes a disputar sua primeira Copa.

Ansioso, Aránguiz não resistiu a uma pergunta dos jornalistas ao ser questionado sobre qual seleção era a favorita ao título: "O Chile", disse, entre risadas. "Mas é um grupo difícil", reconheceu o volante, que terá pela frente na primeira fase da Copa a campeã Espanha e a Holanda, vice-campeã em 2010.

A entrevista coletiva com Aránguiz, nesta quinta, foi marcada para servir de homenagem ao jogador. "O Inter tem a satisfação de ter em seu grupo o Charles Aránguiz. Em pouco tempo ele mostrou talento, versatilidade e conquistou os colorados. Nada mais justo do que fazer essa pequena homenagem", disse o vice-presidente de futebol do Inter, Marcelo Medeiros.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterAránguiz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.