Reprodução
Reprodução

Antes de ser desativado, Vicente Calderón receberá final da Copa do Rei

Casa do Atlético de Madrid será o palco da partida entre Barcelona e Alavés

Estadao Conteudo

13 Fevereiro 2017 | 16h54

Antes de ser desativado e, futuramente, demolido, o Estádio Vicente Calderón, em Madri, vai receber mais uma final da Copa do Rei. Nesta segunda-feira, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou que a casa do Atlético de Madrid será o palco do duelo entre Barcelona e Alavés, no dia 27 de maio.

A decisão, em partida única, costuma acontecer em estádio neutro, apontado pela RFEF após a definição dos finalistas. A primeira opção seria o Santiago Bernabéu, do Real Madrid, que tem capacidade maior que do Vicente Calderón, podendo proporcionar maior renda para Barça, Alavés e para a própria RFEF. O Real, porém, alegou que iniciará reformas no estádio e vetou seu empréstimo.

Assim, a decisão será no Vicente Calderón, estádio que será desativado ao final desta temporada. A partir de agosto de 2017, o Atlético de Madrid vai utilizar o Wanda Metropolitano, que está sendo construído no lugar do antigo La Peineta, de propriedade da prefeitura de Madri. O nome da nova arena foi anunciado em dezembro, depois que o grupo Wanda, da China, comprou os naming rights.

Ainda não está claro quando o Atlético de Madrid fará seu último jogo no Vicente Calderón ou se o estádio será fechado após a final da Copa do Rei. O estádio e uma fábrica de cervejas serão demolidos e a prefeitura de Madri ainda discute o projeto urbanístico que ocupará o espaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.