Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Antes do 9º jogo como titular, Rodrygo trabalha para enfim suportar 90 minutos

Jovem vem realizando trabalhos físicos extras nas últimas semanas

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2018 | 13h02

Aos 17 anos, Rodrygo vem conquistando o status de titular do Santos, entrou para a história como jogador brasileiro mais jovem a marcar um gol na Copa Libertadores e foi eleito a revelação do Campeonato Paulista, mas ainda não conseguiu fazer algo considerado mais "simples": disputar um jogo por 90 minutos.

+ 'Não quero nada do Santos. Quero que o pedófilo pague pelo que fez'

+ Grupo de conselheiros protocola pedido de impeachment de José Carlos Peres no Santos


Às vésperas de entrar em campo pela nona vez como titular do Santos - ele já atuou 18 vezes pelo time, sendo 16 em 2017 -, Rodrygo explicou que vem realizando trabalhos físicos extras nas últimas semanas. Ao mesmo tempo, porém, encara a situação com naturalidade, como mais um passo no começo da sua carreira profissional.

"Tenho feito trabalhos na academia, me dedicado bastante. Busco me hidratar bem, tomar os suplementos. É um processo, vou amadurecendo aos poucos e isso vai me ajudar a conseguir terminar uma partida", afirmou, em entrevista coletiva.

Uma certa "folga" no calendário poderá ajudar Rodrygo a disputar 90 minutos de um jogo no próximo sábado, quando o Santos vai visitar o Bahia, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Afinal, após a eliminação nas semifinais do Campeonato Paulista, o time não tem disputado mais de um jogo por semana.

O segundo duelo com o Palmeiras pelas semifinais do Paulistão foi em 27 de março. Depois, o time enfrentou o Estudiantes em 5 de abril, na Argentina, e o Ceará, no Pacaembu, no dia 14. Agora, então, voltará a campo no dia 21. Rodrygo foi titular em todos esses duelos e, até agora, sempre acabou sendo substituído.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.