Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Antes do Gre-Nal, Inter encara o Fortaleza no Ceará para manter a liderança

Líder, com 20 pontos, time colorado viu distância diminuir em relação aos concorrentes depois que foi derrotado pelo Goiás

Redação, Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2020 | 11h17

Empolgado pela vitória suada conquistada na Copa Libertadores, mas com o sinal de alerta ligado em decorrência do último revés no Campeonato Brasileiro, o Internacional volta a jogar pela competição nacional. Neste sábado, às 19 horas, enfrenta o Fortaleza, na Arena Castelão, em duelo válido pela 11ª rodada, em que tem como objetivo se manter na liderança. O time joga já pensando no Gre-Nal da próxima quarta-feira, pelo torneio sul-americano.

Líder, com 20 pontos somados, o Inter viu sua distância diminuir em relação aos concorrentes depois que foi derrotado pelo Goiás por 1 a 0, no domingo passado. São dois pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG, que também tem compromisso neste sábado.

A equipe colorada ganhou confiança após a vitória importante por 4 a 3 sobre o América de Cali, da Colômbia, no retorno da Libertadores, no meio da semana. O triunfo deixou o time confortável em sua chave no torneio sul-americano, mas também serviu para que o técnico Eduardo Coudet intensificasse os trabalhos defensivos, já que o setor vem sendo vazado mais vezes recentemente. Apesar dos problemas, o Inter tem a melhor defesa do Brasileirão, com seis gols sofridos.

Antes de viajar ao Nordeste, Coudet comandou a primeira e única atividade com a presença de todo o elenco no CT Parque Gigante. O treinador orientou exercícios técnicos e táticos, definindo os 11 que vão iniciar a partida em Fortaleza.

Para o confronto, o comandante continua com uma lista extensa de desfalques. Ele não pode contar com Victor Cuesta e Praxedes, suspensos, além de Paolo Guerrero, Yuri Alberto, João Peglow, William Pottker e Marcos Guilherme, que seguem em recuperação de suas respectivas lesões.

É possível que o treinador preserve alguns jogadores novamente em razão da proximidade com o Gre-Nal, marcado para a próxima quarta-feira, no Beira-Rio, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. No clássico, o Inter quer aproveitar a fase ruim do arquirrival Grêmio para encaminhar a classificação ao mata-mata. O último confronto entre os dois na competição sul-americana, em março, terminou sem gols e com oito expulsos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.