Antônio Carlos diz que Botafogo lutará até o fim

'Enquanto houver chance de Libertadores, temos que correr atrás', afirmou o zagueiro

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2010 | 12h06

O Botafogo tenta conter o abatimento pela derrota por 2 a 1 para o Internacional, que deixou a equipe fora do grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Antônio Carlos reconheceu que o time se complicou na luta por uma vaga na próxima Libertadores, mas prometeu que os jogadores não vão desistir nas rodadas finais.

"Lamentamos pelo último resultado. Só dependíamos de nós. Agora, vamos ter de torcer contra os adversários e fazer a nossa parte em campo. Temos que pensar no jogo contra o Prudente, ninguém jogou a toalha aqui. Enquanto houver chance de Libertadores, temos que correr atrás", afirmou.

A derrota para o Internacional deixou o Botafogo na sexta colocação, atrás de Grêmio e Atlético Paranaense. Para Antônio Carlos, os vários desfalques por lesões atrapalharam o time carioca, que poderia estar em situação mais confortável no Brasileirão. Ele aponta que a equipe faz ótima campanha diante das atuais circunstâncias.

"Ninguém comenta tanto os desfalques que tivemos durante o ano, como Fábio Ferreira, Maicosuel, Herrera e Marcelo Mattos. Estamos dando o nosso jeito, tentando fazer o melhor possível. Ninguém pode reclamar de falta de vontade. Estamos de parabéns por estarmos brigando até o fim pela Libertadores. Passando o jogo contra o Prudente, vamos ter uma grande final de Copa do Mundo contra o Grêmio", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.