Antônio Carlos pede fim dos empates no Botafogo

Preocupado com os últimos resultados do Botafogo no Brasileirão, o zagueiro Antônio Carlos cobrou o fim dos empates nesta reta final para o time seguir na briga por uma vaga na Copa Libertadores. A equipe carioca acumula o maior número de igualdades no campeonato, em 17 partidas.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2010 | 16h08

"É preciso parar de empatar. Dos últimos 12 jogos tivemos muitos empates. Com mais duas vitórias, brigaríamos pelo título. Mas a dificuldade acontece e temos que passar por cima. Acredito que se vencermos dois jogos chegaremos à Libertadores", projeta o defensor, depois dos empates com Ceará e Avaí.

Com estes resultados, o Botafogo chegou aos 56 pontos, pouco avançou na tabela nas últimas rodadas e acabou sendo superado neste domingo pelo Atlético-PR, que assumiu a quarta colocação. A equipe de Curitiba soma os mesmos 56 pontos, mas leva vantagem no número de vitórias.

"O importante é ganhar, seja na raça, na técnica ou na superação. No último jogo em casa [contra o Atlético-GO] foi muito legal a presença e o apoio da torcida, nos ajudou muito. Espero que possam ir novamente", disse Antônio Carlos, convocando a torcida para o jogo contra o Internacional, no domingo.

"Temos que fazer nossa parte, os três pontos dentro de casa. Independentemente de time titular ou reserva do Internacional, a responsabilidade de vencer e chegar à Libertadores é nossa", afirmou o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.