Antônio Carlos Zago aponta erros, mas espera que vaga aumente confiança do Inter

Equipe segue para a segunda fase da Copa do Brasil

Estadao Conteudo

16 Fevereiro 2017 | 09h46

O Internacional deixou Cascavel classificado para a segunda fase da Copa do Brasil ao superar o Princesa de Solimões por 2 a 0, na noite de quarta-feira, mas ainda com problemas nas finalizações a resolver. Foi o que admitiu o técnico Antonio Carlos Zago, que preferiu destacar a alta produção ofensiva do time gaúcho, ainda que com muitas falhas, apontado isso como um fator de evolução neste começo de temporada.

"Foi importante, principalmente pelas finalizações. Tivemos uma porcentagem maior de erros, que não terminaram em gols, mas realizamos mais jogadas pelas laterais. As coisas vão melhorando devagar, mas temos que treinar mais finalizações. Fizemos pouco até pela condição física dos atletas", disse.

Antônio Carlos também reconheceu que o time oscilou durante a partida, mas ainda conseguiu assegurar o triunfo com os gols marcados por Valdivia e Brenner na etapa final. E ele espera que o resultado positivo dê mais confiança ao Inter para se recuperar do início ruim no Campeonato Gaúcho. "O início do segundo tempo não foi bom, mas depois as oportunidades começaram a aparecer e fizemos os gols. Espero que a vitória dê mais confiança à equipe", afirmou.

O adversário do Inter na segunda fase da Copa do Brasil será o Oeste, do interior paulista. No próximo domingo, o time tentará se recuperar do início ruim no torneio estadual, com apenas dois pontos somados nas três primeira rodadas, e vai encarar o Passo Fundo, fora de casa.

Mais conteúdo sobre:
inter futebol Internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.