Antônio Lopes admite que Atlético-PR mereceu a derrota

Depois de perder para o Operário nesta quarta-feira por 2 a 1, em plena Arena da Baixada, Antônio Lopes reconheceu que o Atlético Paranaense fez uma partida ruim. Para o treinador, a derrota foi merecida.

AE, Agencia Estado

21 de janeiro de 2010 | 09h02

"Acabamos criando poucas oportunidades de gols. Tivemos até duas bolas na trave, porém não funcionamos bem. Não adianta justificar. Jogamos mal e não merecíamos vencer a partida", declarou Antônio Lopes, procurando minimizar a ausência de Paulo Baier, lesionado.

"A ausência dele não pode influenciar. Todos nós sabemos e os jogadores também sabem que ele é uma peça importante pela presença e qualidade dele. Mas não acho que isso teve uma influência psicológica", assegurou o treinador.

Mesmo com a ausência do meia, Lopes considera que a armação não foi o principal problema da equipe. "O Netinho foi o armador da equipe da forma que queríamos. O Paulo (Baier) é um jogador experiente e claro que faz falta. Deixamos a cargo do Alan Bahia também ajudar o Netinho na armação e na liderança em campo", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.