Antônio Lopes dá 'carteirada' e interrompe jogo do Atlético-PR

Diretor de futebol do clube estava em área exclusiva da comissão técnica e foi retirado de campo

O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2014 | 13h02

SÃO PAULO - No empate do Atlético-PR com o Londrina por 2 a 2, na noite desta quinta-feira, o diretor de futebol atleticano Antônio Lopes chamou atenção por tentar permancer em área exclusiva aos membros da comissão técnica. O quarto árbitro Marcelo Sales Correa notou a irregularidade e solicitou que Lopes se retirasse, recebendo a negativa do ex-treinador. Insistente, o dirigente puxou sua carteira de delegado e "enquadrou" o quarto árbitro, anunciando que ninguém o tiraria dali. "Estou aqui como delegado. Eu posso. Sou delegado. Sou autoridade de policia. Quero ver quem vem me tirar!

O árbitro da partida, Adriano Milczvski, parou o jogo e anunciou que Antônio Lopes não poderia ficar naquele setor, à  beira do gtramado. Esbravejando, o diretor tumultuou e só quando se retirou de campo a partida foi retomada. Com apenas uma vitória no Campeonato Paranaense, o Atlético amarga a penúltima colocação na tabela. O próximo comprimosso da equipe diriga por Miguel Angel Portugal é contra o Arapongas, domingo, às 18h30, no Ecoestádio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.