Antônio Lopes é suspenso por um mês no STJD

O técnico Antônio Lopes se deu mal nesta terça-feira por sua expulsão no empate por 0 a 0 do Atlético-PR com o Flamengo, no último dia 6, na Arena da Baixada. Na partida válida pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador foi excluído após discutir com o assistente Altemir Hausmann. Em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ele foi punido com a suspensão por 30 dias.

AE, Agencia Estado

22 de setembro de 2009 | 20h47

Lopes foi denunciado no artigo 188, por se manifestar de forma desrespeitosa a Hausmann. Na súmula do jogo, o árbitro Leandro Pedro Vuaden chegou a relatar que o treinador chamou o assistente de "injusto" e "sem caráter". No episódio, Lopes discutiu com Hausmann ainda no fim do primeiro tempo, sendo comunicado de sua expulsão na volta dos vestiários. Revoltado, chegou a dar ordem de prisão ao assistente, já que é delegado aposentado.

Com a punição, Lopes já não poderá comandar o Atlético do banco de reservas na partida do próximo sábado, contra o Palmeiras, no Palestra Itália. O time atleticano encara o líder do Brasileiro buscando manter o bom momento após a vitória na última rodada, sobre o Sport. O Atlético é o 14.º colocado, com 31 pontos, e agora luta para entrar na zona de classificação à Copa Sul-Americana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.