Antônio Lopes perde poder na seleção

Na convocação de Luiz Felipe Scolari para a partida contra o Uruguai, ontem no hotel Meridien, ficou claro que o coordenador Antônio Lopes perdeu força demais. Acabou a promessa do presidente Ricardo Teixeira de que o treinador ficaria subordinado ao coordenador. Luiz Felipe está tão forte como era Wanderley Luxemburgo.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

14 de junho de 2001 | 09h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.