Aos 21 anos, 3 gols em cima do Fla

Ricardo Oliveira, atacante da Portuguesa de 21 anos, tem faro de gol. Depois de terminar 2001 com 25 gols, o jogador, que estreou na Lusa durante a Copa João Havelange, em setembro de 2000, começou o Rio-São Paulo mostrando que é matador. Na estréia da equipe do Canindé na competição, contra o São Caetano, marcou um. Na partida contra o Flamengo, na quarta-feira, fez mais três. E já é um dos vices-artilheiros do torneio.Mas, de acordo com o Ricardo, os gols não aparecem por sorte e sim em razão do trabalho feito na Portuguesa. "Trabalho todo dia, principalmente finalizações." O reconhecimento veio no fim da temporada passada. Times grandes, do Brasil e do Exterior, tentaram tirar o jogador do Canindé, mas Ricardo Oliveira resolveu permanecer. "Foi bom ficar aqui. Cheguei a um acordo com a diretoria e, se houver possibilidades, serei negociado."Leia mais no JT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.