Reprodução
Reprodução

Aos 22 anos, Wellington Silva assina com o Bolton, seu 8º clube

Atleta chegou ao Arsenal em 2011 e foi emprestado seguidamente

O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2015 | 11h29

O ano era 2011. Aos 18 anos, Wellington Silva deixava o Fluminense rumo ao Arsenal, da Inglaterra, com status de joia. Porém, desde então, foram cinco empréstimos seguidos para equipes pequenas da Espanha até chegar ao sexto, nesta terça-feira. O atacante brasileiro assinou com o Bolton e chega ao oitavo clube em oito anos de carreira profissional.

"Nova etapa na minha vida, muitos anos esperando e agora finalmente vou poder jogar o Campeonato Inglês!", comemorou Wellington. O Bolton, porém, atualmente disputa a Football League Championship, a segunda divisão do futebol local. "Agradecer ao Bolton pela oportunidade, minha família e todas as pessoas que sempre torceram por mim. Obrigado Senhor!", concluiu o jogador por meio de postagem no Instagram.

Wellington Silva chegou ao Arsenal em 2011, pelo valor de R$ 10 milhões. Porém, após desembarcar em solo inglês, não conseguiu a licença da Associação de Futebol da Inglaterra (FA) e foi emprestado ao Levante, da Espanha, dando início a uma saga que duraria quatro anos. Na temporada seguinte, foi repassado ao Alcoyano, depois passou por Ponferradina, Real Murcia e Almería, antes de voltar à Inglaterra e assinar com o Bolton nesta terça-feira. 

Após anos de contrato com os Gunners, ele ainda aguarda chances na equipe principal do Arsenal. O clube londrino costuma apostar em jogadores muito jovens. Cesc Fàbregas (atualmente no Chelsea), por exemplo, chegou ao clube aos 16 anos, assim como o goleiro polonês Wojciech Szczesny, recentemente emprestado à Roma.

O Bolton é nada menos que o oitavo clube na carreira profissional de Wellington Silva, de 22 anos. Se for contabilizada a Portuguesa-RJ, seu clube de juventude, o número chega a nove agremiações. Ele tem passagens pelas seleções Sub-17 e Sub-21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.