Maurizio Gambarini/EFE
Maurizio Gambarini/EFE

Aos 31 anos, Ribéry avisa: 'Será minha última Copa do Mundo'

Como forma de despedida, francês sonha com a conquista do título no Brasil

Agência Estado

21 de maio de 2014 | 16h33

PARIS - Principal jogador francês na atualidade, e um dos melhores do futebol mundial, o meia-atacante Franck Ribéry admitiu nesta quarta-feira que irá disputar agora a sua última Copa do Mundo. E, como despedida, sonha com a conquista do título no Brasil.

"Será minha última Copa do Mundo", afirmou o jogador de 31 anos, em entrevista para uma rádio francesa. "Temos que ir lá para conquistar alguma coisa, para tentar vencer a Copa do Mundo, é simples assim", completou o astro do Bayern de Munique.

Terceiro colocado na eleição da Fifa que apontou o melhor do mundo no ano passado - ficou atrás do português Cristiano Ronaldo e do argentino Messi -, Ribéry vai disputar, no Brasil, a sua terceira Copa do Mundo, todas como titular da seleção francesa.

Em 2006, ele ajudou Zidane e companhia a chegar ao vice-campeonato mundial na Alemanha, depois de perder a final para a Itália. E em 2010, fracassou junto com a seleção francesa, que foi eliminada ainda na primeira fase da Copa na África do Sul.

Apesar de já avisar que não estará na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, Ribéry ainda não definiu quando deixará de defender a seleção francesa. A expectativa é de que ele possa disputar a Eurocopa de 2016, que acontecerá justamente na França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.