Aos 32 anos, ex-goleiro do Manchester City morre vítima de câncer

Húngaro Marton Fulop construiu carreira no futebol inglês

O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2015 | 11h35

Após lutar para combater um câncer, o goleiro húngaro Marton Fulop morreu na madrugada desta quinta-feira aos 32 anos. Ele foi reserva no Tottenham na temporada 2004/2005, teve uma curta trajetória no Manchester City e ainda passou por Sunderland, West Bromwich, Stoke City, Leicester e outros times do futebol inglês. A morte do jogador foi anunciada pelo clube húngaro MTK Budapest.

Em 2013, Fulop teve um tumor removido de seu braço. Liberado para voltar ao futebol, encerrou a carreira no Asteras Tripoli, da Grécia, na mesma temporada. O jogador foi contratado pelo City em caráter emergencial, em 2010, quando atuava como terceiro goleiro do Sunderland, e fez apenas três jogos pela equipe. Ele também vestiu a camisa da Hungria em 24 partidas. Os clubes lamentaram a morte de Marton Fulop e escreveram mensagens de apoio à família nas redes sociais.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester CityTottenham

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.