Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Aos 37 anos, ex-zagueiro Puyol admite que pode voltar a jogar

Virar treinador também é uma opção para o ex-capitão do Barcelona

Estadão Conteúdo

14 de abril de 2015 | 09h09

Carles Puyol completou 37 anos na última segunda-feira, mas a idade avançada não impede que o ex-zagueiro sonhe com um retorno aos gramados. Depois de abandonar a carreira de jogador profissional no fim da última temporada graças a uma série de lesões, o ex-capitão do Barcelona admitiu que pode voltar a atuar. Virar treinador também é uma possibilidade que o agrada.

"Jogar ou treinar? Não descarto nenhuma opção. Agora só corro atrás da minha filha Manuela. Mas é verdade que gostar de ser treinador", declarou o, por enquanto, ex-jogador em Xangai, onde está para a entrega do Prêmio Laureus, uma das maiores honrarias do esporte.

Além da idade, o principal motivo para que Puyol abandonasse a carreira foi seu joelho. Por conta de uma série de lesões, o jogador pouco atuou nas temporadas 2012/2013 e 2013/2014. No entanto, após a aposentadoria, o espanhol viu uma evolução inesperada de seus problemas na perna.

Recentemente, Puyol foi flagrado treinando normalmente sozinho, sem qualquer limitação, o que aumentou os rumores sobre sua volta. A imprensa europeia noticiou uma possível ida para o futebol do Catar ou dos Estados Unidos e o ex-zagueiro não escondeu que gostaria de viver no país norte-americano. "Viver nos Estados Unidos pode ser uma experiência de vida interessante", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol internacionalfutebolPuyol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.