Reprodução
Reprodução

Aparecidense entra com recurso contra saída da Série D

Diretor de futebol do clube está confiante na classificação do time sem realização de nova partida

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 20h37

RIO - Conforme já era esperado, a Aparecidense-GO entrou com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, para reverter a exclusão do time da Série D do Campeonato Brasileiro - a quarta divisão nacional -, classificando o Tupi-MG para as quartas de finais. O prazo máximo seria até esta quinta.

Segundo o clube, o artigo 205 usado no julgamento não se aplica a essa situação e o correto seria ser enquadrado no artigo 343-A. João Rodrigues, diretor de futebol do clube, afirmou que está confiante quanto à decisão jurídica que deve sair no próximo dia 26 e acredita em uma classificação direta da Aparecidense, sem a realização de uma nova partida.

"Não estamos discutindo a realização de um novo jogo, isso é claro. Isso vai cair. O que estamos reivindicando é o nosso direito de que seja mantido o resultado do jogo, já que foi disputado até o fim. E com o resultado de 2 a 2, estamos classificados para enfrentar o Mixto", afirmou o dirigente.

Comprovando a sua confiança na decisão do STJD, João Rodrigues afirmou que o elenco já treina visando o Mixto-MT, que já está classificado e espera a definição de seu adversário. "Temos amistosos e jogos-treino agendados contra Atlético Goianiense e Goiás para não perdermos o ritmo de jogo e seguirmos a preparação para a semifinal. O justo é a nossa classificação e isso será definido nos próximos dias", concluiu.

A Aparecidense, na última segunda, foi eliminada da competição por conta do massagista Esquerdinha ter evitado um gol do Tupi, que seria o terceiro e determinaria a vitória por 3 a 2, nas oitavas de final, em Juiz de Fora (MG). Isso aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo.

O STJD suspendeu o massagista por 24 jogos e deu a vaga nas quartas ao time mineiro, que enfrentaria o Mixto brigando por uma vaga nas semifinais e pelo acesso à Série C, em 2014. A decisão do STJD foi por 3 votos a 1, cabendo recurso por não ser uma votação unânime.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie DAparecidenseSTJD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.