Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Apático, São Paulo é surpreendido pelo Avaí em casa: 2 a 1

Time joga mal no Morumbi, reclama de pênalti não marcado e perde na reestreia do campeonato

TERCIO DAVID - estadão.com.br

14 de julho de 2010 | 21h20

Apático, o São Paulo foi surpreendido pelo Avaí, em pleno Morumbi, e foi derrotado por 2 a 1, no retorno do Campeonato Brasileiro, após a parada de mais de um mês para a Copa do Mundo. Roberto e Vandinho marcaram para a equipe do Sul e Hernanes diminuiu.

Veja também:

BRASILEIRÃO – tabela Classificação |listaCalendário / Resultados

BRASILEIRÃO 2010 – lista Mais notícias

Com o resultado, a terceira derrota do São Paulo em oito jogos pelo Brasileirão, o time paulista segue com 11 pontos, agora empatado com próprio Avaí.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Vasco, no Estádio de São Januário, no Rio, no sábado, às 18h30. No dia seguinte, o Avaí recebe o Palmeiras, na Ressacada, em Florianópolis, às 16 horas.

LENTO. Apesar de dominar a posse de bola desde o começo, o São Paulo não conseguiu controlar o jogo, parando as jogadas de ataque na forte marcação do Avaí. A primeira chegada com perigo foi aos 7, quando a falta batida por Rogério passou assustando Renan.

Jogando no contra-ataque, o Avaí teve como principal arma a velocidade de Roberto, pela direita. O atacante, aliás, mandou uma bola na trave ainda no primeiro tempo, aos 17, após arrancar do meio de campo, ganhar de Alex Silva na corrida e bater na saída de Rogério Ceni.

SURPRESA. Com uma postura mais adiantada no segundo tempo, o Avaí conseguiu surpreender o São Paulo. Aos 15, o volante Rudnei arrancou pelo meio e serviu a Patrick. O lateral-direito avançou e bateu cruzado da entrada da área para o desvio oportunista de Roberto, no meio do caminho, para enganar Rogério Ceni e marcar.

 SÃO PAULO1
Rogério Ceni; Miranda, Alex Silva  e Richarlyson ; Jean, Rodrigo Souto (Cléber Santana), Hernanes (gol) (Washington), Marlos e Júnior César; Dagoberto e Fernandão.
Técnico: Ricardo Gomes
 AVAÍ2
Renan; Patrick, Gabriel , Emerson Nunes e Eltinho  (Marcos); Marcinho Guerreiro , Rudnei (Diogo Orlando), Rivaldo e Caio ; Robinho (Vandinho ) e Roberto .
Técnico: Antônio Lopes
Gols: Roberto, aos 15, Vandinho, aos 20, e Hernanes, aos 31 minutos do segundo tempo.

Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)

Renda: e público: não disponíveis

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

O gol desconcentrou o São Paulo e o Avaí chegou rapidinho ao segundo. Aos 20, Roberto foi lançado pela esquerda, ajeitou já dentro da área e rolou para Vandinho, de carrinho, completar para a rede. Os são-paulinos reclamaram de mão do atacante após o lançamento.

RECLAMAÇÃO. O São Paulo, aliás, teve mais uma razão para reclamar. Pouco depois de tomar o seguindo, Dagoberto foi derrubado por Rudnei na área, mas o árbitro Francisco Carlos Nascimento deu apenas a falta, fora da área.

Já com os nervos no lugar, o São Paulo foi ao ataque e na base da persistência conseguiu marcar. Aos 31, após cruzamento baixo da direita, Cléber Santana furou, Fernandão também, mas Hernanes conseguiu chutar, e bem, longe do alcance de Renan.

Mesmo pressionando, o São Paulo não conseguiu abafar o Avaí. A equipe catarinense se manteve firme na defesa e conseguiu segurar o resultado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.