Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Apesar da liderança, São Paulo diz que precisa render mais

Jogadores saíram satisfeitos da vitória contra o Inter, mas cobraram empenho na reta final do Brasileirão

André Avelar - estadao.com.br,

29 de outubro de 2009 | 10h21

Por uma dessas coincidências do futebol, o São Paulo volta a se animar na luta pelo quarto título consecutivo do Campeonato Brasileiro - o que seria o sétimo na história do clube. A motivação extra na reta final da competição veio por uma comparação com a campanha do hexa, em 2008. Naquela oportunidade, o time assumiu a ponta da tabela também na 32.ª rodada e não largou mais. Mesmo assim, o time sabe que precisa render mais do que na vitória dessa quarta-feira, contra o Internacional.

 

Veja também:

video TV ESTADÃO - São Paulo está preocupado com a maratona de jogos

link Na liderança, time fala em dever cumprido

link JOGO - Leia como foi São Paulo 1x0 Inter

tabela SIMULADOR - Veja quem pode ser o campeão

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Vamos dizer que não sou supersticioso, mas presto atenção nas coisas", brincou o técnico Ricardo Gomes. "Começamos o jogo muito bem, sofremos uma pressão natural no fim do jogo, mas não é só na raça que se vence um campeonato. Apesar disso, sei que o time fez uma boa partida", completou.

 

Apesar da liderança, com 55 pontos, o time ainda tem no encalço Palmeiras (54 pontos) e Atlético-MG (53 pontos), dois que podem tomar a posição do São Paulo nesta quinta. Enfrentam Goiás e Fluminense, respectivamente.

No ano passado, ainda sob o comando de Muricy Ramalho, o time sofreu com a eliminação precoce na Copa Libertadores, passou por uma má fase no Brasielirão, chegou a ficar desacreditado, 11 pontos atrás do então líder Grêmio. Script muito parecido com a atual temporada, que os jogadores esperam que tenha o mesmo final. Para isso, prometem de desdobrar ainda mais.

 

"Foi um jogo muito bom, mas para ser campeão temos que fazer isso ou mais. É na reta final que o time mostra sua força e ganha confiança", disse André Dias, um dos líderes do time em campo.

 

O meio-campo Hernanes é outro que constantemente diz que o São Paulo nunca esteve fora da briga. "Eu não abro mão desse título. Sabemos que ainda temos pedreiras pela frente, mas venho falando que vou lutar até o fim para ser campeão mais uma vez", disse o camisa 10.

 

O próximo compromisso do São Paulo é sábado, contra o Barueri, no Morumbi, às 18h30, com acompanhamento do estadao.com.br. Para essa partida, Richarlyson deverá ser o único desfalque, já que deixou o campo aos prantos, com dores na coxa direita. Se o volante não poderá atuar, o capitão Rogério Ceni volta ao gol, depois de cumprir uma partida de suspensão.

Paulo Pinto/AE

Richarlyson foi substituído no primeiro tempo da vitória contra o Internacional, do técnico Mário Sérgio

Atualizado às 11h43 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.