Reprodução/River Plate Twitter
Reprodução/River Plate Twitter

Apesar de 6 meses parado, Gallardo promete River 'aguerrido' contra o São Paulo

'Os jogadores estão com vontade de jogar, de ganhar', analisou o técnico da equipe argentina

Redação, Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2020 | 16h46

O afastamento forçado de seis meses dos gramados da equipe do River Plate por causa da covid-19 não tira o otimismo do técnico Marcelo Gallardo para o duelo com o São Paulo, quinta-feira, no estádio do Morumbi, pela terceira rodada da Copa Libertadores.

"Vamos ter uma equipe aguerrida. Da melhor forma que podemos entrar em campo. Os jogadores estão com vontade de jogar, de ganhar", disse o treinador, que resolveu inscrever 29 jogadores na competição, apesar da Conmebol permitir 50 inscritos.

"Meu grupo é de 30 jogadores. É com este número que trabalho. Não vou expor 15 garotos a este período difícil apenas para aumentar o elenco", completou o treinador, referindo-se à pandemia da covid-19.

Gallardo revelou que para a vaga na lateral-esquerda, onde Casco foi diagnosticado com coronavírus, o substituto será Fabrizio Angileri. O treinador não quis comentar sobre a possibilidade de o rival Boca Juniors escalar atletas com covid. "Só posso falar de meus jogadores", disse o treinador, que levou o time ao título sul-americano em 2018 e ao vice-campeonato no ano passado.

O time mais provável para enfrentar o São Paulo deve formar com: Franco Armani; Gonzalo Montiel, Robert Rojas, Lucas Martíne Quarta e Fabrizio Angileri; Enzo Pérez, Julián Álvarez, Ignacio Fernández e Nicolás De La Cruz; Rafael Borré e Matías Suárez.

River, São Paulo, LDU e Binacional somam três pontos cada, após duas rodadas disputadas, no Grupo D da Libertadores. Os argentinos levam vantagem pois possuem saldo positivo de cinco gols, enquanto o time de Fernando Diniz tem dois. Os equatorianos têm saldo zero e os peruanos possuem saldo negativo de menos sete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.