Rodolfo Buhrer/Reuters
Rodolfo Buhrer/Reuters

Apesar de derrota, Guerrero confia em título do Inter: 'A gente resolve em casa'

Equipe gaúcha terá de reverter placar do Athletico-PR de 1 a 0 no Beira-Rio

Redação, Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2019 | 00h24

A derrota por 1 a 0 diante do Athletico-PR, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, não preocupa os jogadores do Internacional, que deixaram o gramado com a sensação de dever cumprido. Sem hesitar, o atacante Guerrero afirmou que o time gaúcho fará o dever de casa no Beira-Rio, na quarta-feira que vem, em Porto Alegre.

"Erramos em uma saída de bola e, infelizmente, acabamos sofrendo o gol. Temos que seguir trabalhando para corrigir os erros, pois isso não pode acontecer novamente. Estávamos dominando, criamos boas chances. Mas, tudo bem, em casa a gente resolve", afirmou Guerrero.

O peruano aproveitou para criticar o gramado da Arena da Baixada. Uma das principais armas do clube paranaense, o estádio tem grama sintética, algo que costuma incomodar os adversários.

Contra o Inter, não foi diferente. "Difícil demais jogar aqui. Eu tentei controlar a bola, queria chutar, mas a bola quica muito e demora para cair. É complicado esse campo", comentou Guerrero.

Com o resultado desta quarta-feira, o Inter terá que vencer por dois gols de diferença para ser campeão da Copa do Brasil.

Assim como Guerrero, o zagueiro Rodrigo Moledo confia no título. "Sabíamos que ia ser difícil. A gente veio para buscar o resultado, sabíamos da importância do primeiro jogo. Apesar do 1 a 0 temos toda a força dentro de casa para reverter e sair com o título", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.