Mauro Pimentel / AFP
Mauro Pimentel / AFP

Apesar de derrota no Rio, Mano Menezes exalta atuação de reservas do Cruzeiro

Técnico aproveitou para convocar a torcida para a partida contra o Santos, nesta quarta-feira, às 19h30, no Mineirão

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 10h02

Pela segunda vez em quatro dias, o Cruzeiro enfrentou o Flamengo no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Na última quarta-feira, com os titulares, vitória por 2 a 0 e vaga bem encaminhada às quartas de final da Copa Libertadores. No domingo, com os reservas, derrota por 1 a 0, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas a atuação da equipe no final de semana foi exaltada pelo técnico Mano Menezes.

+ Flamengo se recupera de derrota no meio de semana e vence o Cruzeiro no Maracanã

"O Cruzeiro fez um bom jogo. O time certamente iria crescer com a entrada de Thiago Neves, Arrascaeta e Robinho. Acho que fizemos um jogo que não merecíamos perder, mas sabíamos que ganhar duas vezes do Flamengo não era fácil para time nenhum. Era um jogo de pressão, mas vamos valorizar o que fizemos, pôr a cabeça no lugar e iniciar a preparação para o jogo contra o Santos, que é o jogo desta semana mais importante", disse o treinador.

Mano Menezes aproveitou para convocar a torcida do Cruzeiro para a partida contra o Santos, nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, que vale vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Na ida, em Santos, o time celeste venceu por 1 a 0.

"Claro que existe uma diferença quando você mexe em uma equipe inteira. Esta equipe sente a falta de ritmo de jogo, mas ela está ganhando e vai produzir melhor. Então, neste aspecto a gente está satisfeito com todo mundo. Certamente, faz com que o torcedor se sinta encorajado para fazer a sua parte na quarta-feira. Buscamos uma vitória importante e vamos lutar muito para confirmar essa vantagem. E o torcedor é peça importantíssima com a gente no Mineirão", afirmou Mano Menezes.

Titular do gol cruzeirense no domingo no lugar de Fábio, Rafael aprovou a escalação de reservas se referindo à importância do jogo desta quarta-feira contra o Santos. "Acho que o time jogou bem, faltaram jogadores porque temos, na quarta, um jogo importante. Por isso a opção de ter colocado jogadores mais descansados. Saímos chateados porque pelo volume de jogo, poderíamos ter conseguido um melhor resultado aqui no Maracanã", declarou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.