Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Apesar de derrota, substituto de Renato Gaúcho faz elogios aos reservas do Grêmio

Elenco principal do tricolor gaúcho está focado na final da Copa Libertadores

Estadão Conteúdo

20 Novembro 2017 | 09h54

Apesar da derrota para o Santos por 1 a 0, o técnico César Bueno fez elogios à atuação dos reservas do Grêmio, neste domingo, pela 36ª rodada do Brasileirão. Jovens entraram em campo na Vila Belmiro enquanto os titulares finalizaram em Porto Alegre a preparação para o primeiro jogo da final da Copa Libertadores. Nem o técnico Renato Gaúcho viajou para a cidade de Santos.

+ Tabela do Campeonato Brasileiro

Patrick, Arthur e Dionathã foram os principais destaques da equipe gaúcha. "A formação de um atleta é uma arte. Tem jogadores que, com 16 anos, estão prontos, alguns demoraram mais. O Patrick é muito talentoso, mas é um primeiro ano de profissional e está em adaptação física. O Arthur passou por um processo de transição para se tornar o grande jogador. O Patrick tem muito potencial, está se adaptando e está ansioso para fazer o gol", comentou o treinador.

O meia Dionathã foi o que mais brilhou em campo. No primeiro tempo, chegou a acertar a trave esquerda do Santos. "O Dionathã tem muita força e potência pelo lado. É um jogador que eu acredito que esteja no profissional em definitivo", avaliou César Bueno.

No geral, o treinador afirmou que o Grêmio teve dificuldade para segurar o Santos na Vila. "Foi uma partida muito complicada, pegamos um time que está no G4 motivado. Não foi fácil jogar aqui. Tínhamos uma preocupação grande com a velocidade do Santos. Fomos bem, sofremos um pouco no final. Levamos alguns contra-ataques, mas, no contexto geral, foi uma boa avaliação destes meninos."

Mesmo com a derrota, o Grêmio segue na vice-liderança do Brasileirão. Tem 61 pontos, dez a menos que o líder Corinthians, que assegurou o título antecipado na quarta-feira passada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.