Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Érico Leonan/São Paulo FC
Érico Leonan/São Paulo FC

Apesar de frustração, Ceni faz balanço positivo como técnico do São Paulo

Treinador se sente responsável diante da expectativa dos torcedores

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

29 de abril de 2017 | 07h00

Em quase cinco meses desde que foi apresentado como técnico do São Paulo, Rogério Ceni tem lidado com erros e acertos no comando da equipe. Segundo ele, a maior frustração até agora foi a eliminação nas semifinais do Campeonato Paulista, isso porque ele se sente mais responsável pelos resultados do que na época de jogador.

"Torcedor cria muita expectativa de títulos, mas nem sempre você consegue entregar essas vitórias e isso te frustra um pouco. Como treinador você se torna responsável pelos demais e assume sempre a maior parte da responsabilidade. Não colocar o time na final do Campeonato Paulista é uma frustração", afirmou.

Mesmo com a queda nas semifinais do Estadual e na Copa do Brasil, o ídolo são-paulino está satisfeito com o trabalho à beira dos gramados e faz um balanço positivo da sua rotina na nova profissão, destacando o aprendizado constante.

"Está sendo altamente satisfatório trabalhar nessa função. A evolução que a gente vê no dia a dia, o aprendizado diário no trabalho, a cada dia é algo que vai melhorando e a gente consegue lidar melhor com treinamentos. Por ter vivido dentro do campo e com outros treinadores durante 25 anos como profissional, o que tracei como paralelo na profissão é muito próximo do que imaginei", disse.

Recolocar o time na Libertadores em 2018 é uma das metas de Ceni para o São Paulo e ele já pensa na estratégia para a disputa do Campeonato Brasileiro. A estreia está marcada para o dia 14 de maio, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Três dias antes, o time enfrenta o Defensa y Justicia, no Morumbi, pela Copa Sul-Americana.

 

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCRogério CeniFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.