Ben Stansall/AFP
Ben Stansall/AFP

Apesar de lesões, Guardiola descarta reforços para o City em janeiro

Técnico espanhol considera que o time inglês não precisa ir ao mercado

O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2018 | 15h51

O técnico Pep Guardiola garantiu nesta sexta-feira que o Manchester City não fará contratações na janela de transferências de janeiro. Apesar das muitas lesões sofridas por jogadores do elenco nos últimos meses, o espanhol considerou que o time inglês não precisa ir ao mercado.

Questionado sobre a possibilidade de o City seguir o exemplo de temporadas passadas e ir em busca de reforços na virada do ano para suprir os problemas físicos, Guardiola garantiu: "Não, nós não iremos assinar com ninguém".

Somente por lesões, o City teve sete desfalques nas últimas partidas: o goleiro Claudio Bravo, os laterais Danilo e Mendy, o zagueiro John Stones, os meias David Silva e De Bruyne e o atacante Agüero. Stones, De Bruyne e Agüero, no entanto, podem retornar já diante do Everton, neste sábado, em casa, pelo Campeonato Inglês.

"O Agüero participou dos últimos dois treinos. Na quinta-feira, trabalhou com o time. Não tem mais dor, então vamos decidir. Sobre o De Bruyne, é o mesmo caso do Agüero, não tem dor mas ainda vamos ver. E o Stones estava em tratamento ontem, hoje treinou. Vamos ver como eles vão se sentir, porque se você tem apenas 60 horas de recuperação é difícil", considerou Guardiola.

A derrota para o Chelsea na última rodada tirou o City da liderança do Campeonato Inglês. A equipe caiu para a segunda colocação com 41 pontos, um atrás do Liverpool, e precisa da recuperação diante do Everton, sétimo, com 24.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.