Ricardo Mazalan/AP - 15/11/2011
Ricardo Mazalan/AP - 15/11/2011

Apesar do baixo rendimento na seleção, argentinos preferem Messi

Pesquisa feita por consultoria mostra que 81,4% dos compatriotas acham atacante o melhor do mundo

Ariel Palacios, Estadão.com.br

27 de fevereiro de 2012 | 17h52

BUENOS AIRES - O baixo rendimento protagonizado por Lionel Messi nos jogos da seleção argentina nos últimos anos não implicou em uma perda de sua popularidade entre a torcida de seu país de origem.

Segundo uma pesquisa elaborada pela consultoria Ibarómetro, comandada pela socióloga Doris Capurro, 81,4% dos argentinos entrevistados consideram que Messi é "o melhor jogador de futebol do mundo".

A pesquisa vai na contra-mão das afirmações realizadas há poucos dias pela revista americana "Time", que sustentou que o jogador não era amado na Argentina.No entanto, os pesquisados admitem que Messi é mais "valorizado" na Europa do que na Argentina.

Do total, 83,2% sustentam que o jogador é mais apreciado no velho continente do que em sua terra natal. Somente 1,4% afirmam que Messi é mais valorizado na própria Argentina, enquanto que 14,5% consideram que "Lío" é apreciado de forma igual tanto em Buenos Aires como em Barcelona. A pesquisa também indicou que 57,6% dos entrevistados consideram que o motivo das críticas ao desempenho de Messi na Argentina é o fato de que "não jogou bem na seleção". Outros 22,5%, em tom de autocrítica nacional, sustentam que "nós, argentinos, menosprezamos nossos ídolos".

Além deles, 20,9% afirmam que as críticas disparadas contra Messi são devidas pelo fato de que ele jamais jogou em times de primeira divisão na Argentina.

Os argentinos também consideram que o estilo de jogo de Messi, criado em Barcelona desde a infância, não é "espanhol", mas sim, puramente "argentino". Os dados da Ibarómetro indicam que 72,3% dos pesquisados consideram que Messi tem uma forma de jogar que é "bem argentino".

Outros 20,4% acreditam que o estilo do jogador do Barcelona oscila entre "nada argentino" e "pouco argentino". Segundo a pesquisa, se os argentinos tivessem que definir Messi, 57,6% usariam a palavra "talentoso". Outros 17,5% utilizariam o termo "humilde", enquanto que 15,5% o definiria como "profissional". Somente 6,9% o consideram "frio", além de 2% que o classifica como "distante".

MARADONA

Messi, na contra-mão do ex-astro do futebol e ex-técnico da seleção argentina, Diego Armando Maradona demonstra humildade e profissionalismo, afirma a torcida. o entanto, Maradona indicou há poucos dias - em terceira pessoa - que ri "quando alguém diz que Messi é melhor que Maradona". 

Maradona, que já protagonizou cenas de pugilato no campo de futebol, disparou xingamentos contra jogadores de países rivais (e colegas conterrâneos), juízes, políticos argentinos e presidentes estrangeiros, e até contra o Sumo Pontífice João Paulo II, entre outros escândalos, afirmou que, "só no final da carreira poderão dizer se Messi foi o melhor ou apenas um a mais".

"El Diez" (O Dez), como é chamado popularmente, ocupa atualmente o posto de diretor técnico do time Al Wasl, de Dubai, nos Emirados Árabes, onde considera-se um "exilado" do futebol argentino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.