Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Apesar do pé descalibrado, Valdivia é aposta de Caio Júnior

Valdivia dribla, parte para cima, inferniza os zagueiros adversários, arranca aplausos da torcida - e chuta para fora. A cena tornou-se comum nos últimos jogos do Palmeiras. Em 25 jogos com a camisa alviverde, Valdivia anotou apenas um gol, contra o Rio Branco, em Americana. Nesta quarta-feira, foi um dos melhores do time na derrota para o Noroeste, por 2 a 1, no Palestra Itália. Foi também o jogador que mais gols perdeu.O técnico Caio Júnior voltou a reclamar da falta de pontaria do time, mas preferiu não criticar o meia. Segundo o técnico, o chileno pelo menos está criando boas chances e arriscando mais chutes, em vez de apenas driblar. ?O Valdivia está melhorando. Chutou cinco vezes contra o São Caetano e três contra o Corinthians?, lembrou. ?Não vou criticar, e sim elogiar?, falou. ?Ele tem atitude, vai para cima.?Caio Júnior, na verdade, já cansou de conversar com Valdivia sobre o excesso de preciosismo na hora de concluir a jogada. Sábado passado, antes do clássico com o Corinthians, o irreverente meio-campista chegou a brincar com sua própria insistência em tentar criar um lance de efeito a fazer o simples. Perguntaram se ele já havia feito um gol feio na carreira. Valdivia respondeu: ?Sim, uma vez.? Foi o gol contra o Rio Branco. ?Fechei os olhos e dei de bico?, disse o chileno.Por que ele não faz assim sempre? Segundo Caio Júnior, faltou alguém que o cobrasse melhor durante sua formação nas equipes de base do Colo Colo. ?O Valdivia já melhorou muito nesse sentido nos últimos jogos?, diz o técnico, que tem números na ponta da língua: ?Contra o São Caetano, ele teve cinco finalizações. Contra o Corinthians, três. Ou seja: ele está tentando, está chamando a responsabilidade.?Mas não é só o chileno que tem falhado nas finalizações - todos os atletas têm errado o arremate. Desde que chegou no Palmeiras, no começo do ano, Caio Júnior sofre com os erros de conclusão do time. A equipe até que joga bem, cria jogadas e, mesmo melhor que o adversário, não consegue a vitória pois não coloca a bola na rede. Por isso, a ordem do técnico é uma só: treino, muito treino. Nesta quinta-feira, na Academia de Futebol, foi assim: vários chutes a gol, sem descanso.Volta por cimaDavid já pensa no jogo de domingo, contra o Juventus, no Palestra Itália. E é melhor o adversário tomar cuidado, pois o zagueiro do Palmeiras vai entrar em campo com vontade redobrada. ?Vou procurar me redimir desses lances?, avisou David, que marcou um gol contra na derrota de 2 a 1 para o Noroeste, na quarta, e ainda falhou no lance do segundo gol do adversário. ?Não posso me abalar por causa de alguns erros, pois isso já aconteceu com vários jogadores. Tenho de seguir trabalhando.?Apesar de ter apena 19 anos, David mostra responsabilidade e mandou um recado aos companheiros. ?Não podemos abaixar a cabeça com esta derrota. Ainda acreditamos na classificação?, avisou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.