Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Após 1ª vitória, Renato Gaúcho diz que Grêmio resgatou estilo

Técnico exalta 'pegada' dos jogadores na partida contra o Botafogo, na Arena

AE, Agência Estado

15 de julho de 2013 | 09h30

PORTO ALEGRE - O técnico Renato Gaúcho avaliou que o Grêmio não teve uma grande atuação na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, domingo, em casa, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, mas destacou que o time voltou a apresentar um estilo aguerrido de jogo, o que o deixou satisfeito. "São só dez dias de trabalho, mas tivemos a pegada do clube", disse. "Se o time em campo for apático, a torcida vai vaiar. Disse isso para eles", completou.

A vitória de domingo foi a primeiro do Grêmio sob o comando de Renato, que antes havia empatado com o Atlético-PR. E o treinador fez questão de ressaltar que o Botafogo era o líder do Campeonato Brasileiro até ser derrotado. "O mais importante foi que, em dois jogos, somamos quatro pontos. Hoje foi contra o líder do campeonato", comentou.

Com menos de duas semanas de trabalho no Grêmio, Renato tem dado atenção especial ao aspecto motivacional e ao diálogo com elenco. E ele acredita que já está conquistando o grupo de jogadores do time gaúcho com o seu estilo.

"Tenho anos de vestiário, sei como falar com o jogador, na hora de passar a mão na cabeça deles e na hora de cobrar. O vestiário está no meu controle. Dou a liberdade para eles falarem, em determinadas coisas estou errado", disse. "Isso aqui estava parecendo um velório. Tem que ter alegria e confiança, porque assim você rende melhor", completou.

Com a vitória de domingo, o Grêmio chegou aos 12 pontos, na sexta colocação no Campeonato Brasileiro. A equipe volta a entrar em campo no próximo sábado, quando vai enfrentar o Criciúma, fora de casa, em partida válida pela oitava rodada do torneio nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.