Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Após 100º jogo pelo Fla, Diego valoriza empate e prevê 'nova batalha' no sábado

Meia elogia nível do rival Grêmio, a quem enfrenta novamente no próximo sábado

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2018 | 11h24

O meia Diego completou na noite da última quarta-feira, no empate por 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, a sua centésima partida com a camisa do Flamengo. Ao comentar o confronto, o camisa 10 rubro-negro admitiu que o time carioca poderia ter aproveitado melhor as oportunidades ofensivas que criou, mas valorizou o empate obtido no finalzinho do duelo com um gol do garoto Lincoln, de apenas 17 anos.

+ Flamengo arranca empate do Grêmio no último minuto

+ Romero brilha de novo e Corinthians bate a Chapecoense

+ Na estreia de Cuca e do VAR, Santos perde para o Cruzeiro na Vila

"Nós fizemos um grande jogo e enfrentamos uma grande equipe, que é o Grêmio, principalmente no segundo tempo. Jogamos bem e fizemos o gol, que se tivesse saído um pouco mais cedo, poderíamos até ter virado o jogo. Queríamos a vitória, mas o empate, levando em consideração que temos a decisão no Rio, não é um mau resultado", afirmou o jogador, em entrevista coletiva. Com a igualdade obtida no Sul, a equipe carioca atuará por uma vitória simples no duelo de volta do mata-mata, no próximo dia 15, no Maracanã, para ir às semifinais do torneio nacional.

E curiosamente o Flamengo voltará a medir forças com o Grêmio já neste sábado, às 19 horas, novamente na arena gremista, mas desta vez o confronto será válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. E Diego exibiu otimismo ao projetar uma vitória que serviria para garantir a permanência do clube na liderança isolada da competição - a equipe está dois pontos à frente do São Paulo, que no domingo receberá o Vasco, às 16 horas, no Morumbi.

"Teremos mais uma batalha. Agora é descansar para o jogo de sábado, que será muito difícil, mas chegaremos preparados. A equipe está confiante, tem trabalhado muito, está bem fisicamente e psicologicamente. Vamos impor nosso ritmo sábado em busca da vitória", reforçou o meio-campista.

VITINHO

Já o atacante Vitinho, que fez a sua estreia pelo Flamengo ao entrar em campo no decorrer do segundo tempo do duelo contra os gremistas, festejou o fato de poder ter colaborado com o time na busca pelo empate por 1 a 1 na Copa do Brasil.

"Foi emocionante, estou muito feliz", afirmou o jogador. "Eu só quis deixar o meu melhor dentro do campo. Quero agradecer aos meu companheiros pela recepção, pois eu estava muito à vontade, por isso consegui ajudar a equipe. Quero continuar trabalhando muito para poder ajudar o time a conquistar os objetivos", reforçou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo Copa do Brasil Diego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.