Site oficial / Bangu
Site oficial / Bangu

Após 11 anos sem duelo de pequenos, Boavista e Bangu fazem semi da Taça Guanabara

Alvirrubro deve atuar com o mesmo time da primeira fase, enquanto Fellype Gabriel pode ser titular no alviverde

Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2018 | 08h06

Após 11 anos, o Campeonato Carioca volta a ter uma semifinal de turno entre dois times considerados pequenos do Estado do Rio de Janeiro. Boavista e Bangu desbancaram Vasco e Fluminense para disputarem um lugar na final da Taça Guanabara - o primeiro turno do Estadual -, em partida marcada para esta quinta-feira, às 17 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro. O clube de Saquarema (RJ) joga pelo empate por ter feito melhor campanha na fase anterior.

+ Elenco do Botafogo é recebido a pedradas após eliminação na Copa do Brasil

+ Ferj confirma semifinal entre Flamengo e Botafogo em Volta Redonda

Com apenas uma derrota na primeira fase - esta para o Flamengo, por 1 a 0 -, o Bangu terminou na vice-liderança do Grupo B com oito pontos, contra sete do Vasco, o terceiro colocado. O líder foi a equipe rubro-negra, com 13.

Pelo Grupo C, o Boavista confirmou a primeira colocação com nove pontos, mesma pontuação do Botafogo e um a mais do que o Fluminense. Perdeu dois jogos na primeira fase - para Botafogo e Macaé, em ambas por 1 a 0.

O Bangu já enfrentou o Boavista em 21 oportunidades. Foram nove vitórias, cinco empates e sete derrotas. Na última partida, no Estadual do ano passado, ficaram no empate por 0 a 0, no estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro.

O técnico Alfredo Sampaio fechou a preparação do Bangu. Sem problemas por lesão, ele deve manter a base das rodadas anteriores apenas com algumas mudanças. Dalton deve substituir Michel no sistema defensivo, enquanto que a briga por uma posição no meio de campo continua com Almir e Anderson Lessa.

"Tenho muito carinho por esse clube. Foi uma satisfação imensa ter o colocado novamente em uma semifinal. Para nós, só a vitória interessa. Respeitamos o adversário, mas queremos fazer história agora", afirmou o técnico Alfredo Sampaio.

Eduardo Allax não deve fazer diferente no Boavista. Ele optou pelo mistério, mas dificilmente fará alguma alteração do time que derrotou a Portuguesa na última rodada. A única dúvida é na possível entrada de Fellype Gabriel, que disputa uma vaga na equipe com Caio Cézar. "É um jogo importante. Temos como objetivo chegar na final e vamos buscar. A expectativa é realizar um grande jogo para coroar esse trabalho do primeiro semestre", previu o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.