Yuri Edmundo/Light Press
Yuri Edmundo/Light Press

Após 2ª vitória seguida, Mano diz que Cruzeiro melhorou 'entendimento de jogo'

Com triunfos, mineiro deixou de ser o pior mandante do Brasileirão

Estadão Conteúdo

09 Outubro 2016 | 11h54

O torcedor do Cruzeiro enfim começa a ver uma luz no fim do túnel. Não só pelas duas vitórias seguidas jogando em casa, que permitiram à equipe deixar o posto de pior mandante no Brasileirão. Mas também pela forma com que tem jogado. Na vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, sábado à noite, no Mineirão, o Cruzeiro enfim foi um time.

O técnico Mano Menezes reconhece isso. "Melhoramos o entendimento de jogo. Fechamos a segunda partida sem sofrer gol. Isso vai dando confiança para a defesa e confiança aos atacantes, que não precisam fazer três gols para ganharmos um jogo. O torcedor vai sentindo que a equipe não sofre, como hoje não sofreu. A Ponte quase não chegou ao gol do Rafael e isto é mérito deste entendimento de jogo", avalia.

O segundo triunfo seguido contra uma equipe da metade de cima da tabela (antes venceu o Grêmio por 1 a 0) fez o Cruzeiro se afastar da zona de rebaixamento. Com 36 pontos, a equipe está em 12.º, empatada com Coritiba e São Paulo, que vêm logo abaixo. O primeiro da zona de degola é o Inter, com 33.

Para Mano Menezes, a postura da equipe também mudou. "Não dá para deixar para depois e não depender de ninguém que não seja da gente. Os jogadores estão entendendo isso. O comprometimento de todos com a questão tática foi 100%. Nosso time estava um pouco mais solto e seguro. Essa segurança me agrada muito, porque ela nos ajuda a evoluir. Só vamos render mais em cima de uma segurança maior", pontuou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.