Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Após 21 títulos conquistados, Javier Mascherano anuncia aposentadoria aos 36 anos

Jogador estava no Estudiantes, após passar por River Plate, Corinthians, West Ham, Liverpool, Barcelona e Hebei Fortune

Redação, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2020 | 22h17

Dono de 21 títulos na carreira, incluindo duas Ligas dos Campeões com o Barcelona e um Campeonato Brasileiro com o Corinthians, o volante Javier Macherano, anunciou, neste domingo, a sua aposentadoria do futebol. Revelado no River Plate em 2003 e com passagens também por West Ham, Liverpool e Hebei Fortune (China), o jogador, de 36 anos, fez um comunicado após a derrota do Estudiantes, sua última equipe, para o Argentinos Jrs, por 1 a 0, pelo Campeonato Argentino.

"Quero anunciar que hoje me aposento do futebol profissionalmente. Hoje joguei o meu último jogo. É uma decisão na qual vinha pensando. É hora de encerrar a minha carreira, pelos sentimentos que tenho, pelas coisas que me aconteceram nesses meses que, em nível pessoal, tendo pensado nisso todo esse tempo, é de terminar hoje. Principalmente porque vivi minha profissão 100%, o máximo que pude. E hoje acho que tem sido difícil para mim e não quero faltar respeito nem ao Estudiantes, que foi o clube que confiou em mim para minha volta, nem aos meus companheiros ou com essa profissão que me deu tudo. Basicamente queria anunciar para que não haja nenhum tipo de especulação. Isso não tem a ver com o clube, nem com um resultado, tem a ver com esses sentimentos que tive nesse tempo. Essa ilusão que se tinha de ser jogador de futebol foi se apagando", disse o jogador, que disputou 11 jogos neste ano.

Mascherano, que defendeu a seleção argentina em quatro copas do mundo (2006, 2010, 2014 e 2018) em 147 jogos (três gols), aproveitou para agradecer a todos com quem conviveu no futebol. "Quero agradecer a todos os clubes, aos treinadores, aos companheiros que tive ao longo da minha carreira. Quero agradecer a este clube que me deu a oportunidade de jogar meus últimos momentos, infelizmente foram menos do que queria. Às vezes você não escolhe o fim, e sim acaba se entregando. Agradeço também a todos os meus companheiros por terem me aturado todo esse tempo. Eu queria que todos soubessem como eles me trataram nesse tempo."

No Corinthians, Mascherano disputou apenas 26 jogos, ao lado do amigo e compatriota Tevez. Sua estreia foi em uma vitória, por 3 a 1, sobre o Palmeiras. Algumas lesões e constantes convocações para a seleção argentina tornaram tímida sua passagem pelo Parque São Jorge.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.