Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Após 261 dias, Kaká volta a marcar e Real Madrid vence na Espanha

Meia brasileiro fecha a vitória da equipe da capital espanhola por 4 a 2 diante do Villarreal

Agência Estado

09 de janeiro de 2011 | 18h31

A espera foi longa e o caminho tortuoso, mas neste domingo Kaká ganhou novo motivo para voltar a sorrir no futebol. Depois de passar 261 dias sem marcar gols, o meia fechou a vitória do Real Madrid sobre o Villarreal, por 4 a 2, no Estádio Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol.

Kaká, que passou em branco na frustrante Copa do Mundo de 2010 para o Brasil, não marcava um gol pelo Real desde o dia 24 de abril, quando enfrentou o Zaragoza pelo Espanhol. Depois da disputa do Mundial, o brasileiro foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo e, por isso, só voltou a defender o time no início deste ano.

Esse foi o terceiro jogo de Kaká desde a sua volta, mas, como nas outras partidas, ele entrou no time apenas no segundo tempo. Desta vez, porém, o brasileiro foi decisivo. Depois de substituir Albiol aos 24 minutos da etapa final, ele iniciou a jogada que resultou no terceiro gol de Cristiano Ronaldo na partida, aos 34 minutos, quando o placar apontava empate por 2 a 2. Logo em seguida, aos 36, o astro português deu passe para Kaká receber dentro da área e decretar o 4 a 2.

Antes de Kaká entrar em campo, o Villarreal saiu na frente com um gol de Cani logo aos 7 minutos do primeiro tempo, mas Cristiano Ronaldo igualou o placar aos 10. Aos 18, Ruben voltou a colocar a equipe visitante na frente, antes de o atacante português assegurar nova igualdade aos 45.

Com o resultado, o Real se garantiu na vice-liderança do Campeonato Espanhol, com 47 pontos, dois atrás do líder Barcelona, que no sábado goleou o La Coruña por 4 a 0, fora de casa. Já o Villarreal seguiu na terceira posição, com 36 pontos, agora ainda mais distante do Real.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.