Após 4ª derrota, Fla tem desembarque tranquilo no Rio

Um dia depois de perder o quarto jogo seguido no Campeonato Brasileiro, os jogadores do Flamengo chegaram nesta quinta ao Rio com segurança reforçada. Mas não houve protestos no aeroporto, pelo contrário: alguns torcedores aplaudiram. Com 27 pontos, o clube está na 16ª posição, a primeira fora da zona de rebaixamento. O goleiro Felipe, um dos líderes da equipe, admitiu a "corda no pescoço".

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2012 | 18h53

"Existe, sim, uma grande preocupação, são quatro derrotas seguidas, seis partidas sem vencer, a confiança não é a mesma de antes. Passa a ser obrigação vencer o Grêmio para não ter de se preocupar ainda mais com os times que estão atrás da gente", afirmou. O atleta pediu o apoio do torcedor: "Se ele abandonar o clube, fica complicado".

Para reforçar a equipe, a diretoria está tentando a contratação de um novo zagueiro: Renato Santos, do Avaí. Representantes do Flamengo já teriam entrado em contato com o jogador no começo da semana. Na derrota para o Santos, quarta, o zagueiro Welinton deixou o campo reclamando de dores e pode desfalcar a equipe contra o Grêmio, no domingo.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.