Washington Alves/Reuters
Washington Alves/Reuters

Após 4 dias internado, Valcke tem alta e volta à Suíça

Secretário-geral da Fifa saiu de Hospital do Rio de Janeiro depois de tratamento contra infecção renal

AE, Agência Estado

21 de outubro de 2012 | 20h17

RIO DE JANEIRO - Após quatro dias, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, recebeu alta neste domingo do Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. De acordo com o doutor João Mansur Filho, médico responsável pelo atendimento, o dirigente respondeu muito bem ao tratamento antibiótico intravenoso ministrado e apresentou uma melhora tão boa em seu quadro clínico que foi liberado para retornar à Suíça no mesmo dia.

Na última terça-feira, Valcke chegou ao Brasil para uma visita de três dias. No primeiro, esteve em Belo Horizonte, onde acompanhou as obras do estádio Mineirão, um dos mais adiantados para a disputa da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo de 2014. No dia seguinte, foi à Porto Alegre para visitar o estádio Beira-Rio.

À noite, Valcke viajou para o Rio de Janeiro, onde na quinta participaria de uma reunião com membros do Comitê Organizador Local (COL) e daria uma entrevista coletiva para falar do andamento das obras no Brasil. No entanto, ainda na noite de quarta, o secretário-geral da Fifa foi internado com uma infecção renal e só teve alta neste domingo.

Em um breve comunicado oficial após a alta hospitalar, Valcke elogiou o atendimento médico. "O resultado da minha avaliação pessoal sobre as instalações médicas aqui no Brasil é excelente. Estou certo de que, quando o momento da Copa das Confederações da FIFA e da Copa do Mundo da FIFA chegar, todos estarão em boas mãos. Neste momento, gostaria de agradecer em particular ao Dr. Mansur e à sua equipe no Hospital Samaritano pela excelente atenção e cuidados", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaJérôme Valcke

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.