Após 5 derrotas seguidas, Hertha Berlim demite técnico

O Hertha Berlim anunciou neste domingo a demissão do técnico Michael Skibbe, contratado há 50 dias somente. O treinador comandou a equipe em apenas cinco partidas e o time de Berlim foi derrotada em todas elas, tendo marcado apenas um gol. A gota d''água foi a goleada sofrida no sábado, por 5 a 0, diante do Stuttgart, fora de casa.

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2012 | 12h37

Michael Skibbe, que antes treinava o Eskisehirspor, da Turquia, chegou ao Hertha para substituir Markus Babbel. O técnico, que havia sido responsável pelo acesso do time de Berlim à primeira divisão, na temporada passada, entrou em atrito com diretor de futebol Michael Preetz e por isso havia sido demitido em dezembro.

Na ocasião o Hertha já não vinha bem, com uma sequência de seis jogos sem vencer no Campeonato Alemão. Na soma do trabalho de Bebbel e Skibbe, já são 10 partidas sem conhecer o gostinho da vitória no torneio, além da eliminação na Copa da Alemanha, na quarta passada, para o Borussia Mönchengladbach. A equipe de Berlim está no 15.º lugar do Campeonato Alemão, com 20 pontos, apenas uma posição acima da zona de rebaixamento.

"Após cinco derrotas seguidas e os 5 a 0 em Stuttgart, acreditamos que fomos forçados a esta atitude", explicou Preetz. "Nós iremos achar uma solução interina inicalmente, mas nós procuraremos por um novo treinador ao mesmo tempo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.