Divulgação/ Criciúma EC
Divulgação/ Criciúma EC

Após acerto, Paulo Baier fala pela primeira vez como técnico do Criciúma: 'Orgulho'

Treinador comandou o Próspera no Campeonato Catarinense e levou a equipe para a Série D do Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

05 de maio de 2021 | 12h32

Anunciado pelo Criciúma na noite de terça-feira, um dia após deixar o comando do Próspera, o técnico Paulo Baier não escondeu a felicidade de encarar um novo desafio em sua carreira. Empolgado com o retorno ao clube de Criciúma (SC), onde se tornou ídolo como jogador, o agora treinador revelou o seu atual sentimento: "É um orgulho".

E explicou. "Um novo desafio em minha carreira. Estamos prontos para isso, que para mim e minha comissão técnica é mais especial. É um orgulho poder voltar a vestir esse escudo que tanto significa na minha vida. Obrigado, Criciúma, pela oportunidade. E vamos ao trabalho!", disse Paulo Baier, através de suas redes sociais.

Paulo Baier tem 46 anos. Ele chega acompanhado do auxiliar-técnico Luciano Almeida e do preparador físico William Hauptman. A nova comissão técnica iniciou os trabalhos nesta quarta-feira mesmo, no CT Antenor Angeloni, em Criciúma. Ele chega com a missão de conduzir o time na Série C do Campeonato Brasileiro, após o doloroso rebaixamento no Catarinense.

CARREIRA

Como atleta, Paulo Baier defendeu as cores do Criciúma em três oportunidades. Entre 1997 e 1998, 2002 e 2003 e, depois, em 2014, com a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Pelo clube de Santa Catarina, atuou em 164 jogos, marcou 41 gols e foi campeão da Série B do Brasileiro, em 2002.

Além do Criciúma, Paulo Baier rodou por diversos times do Brasil: São Luiz-RS, Atlético-MG, Botafogo, América-MG, Pelotas-RS, Goiás, Palmeiras, Sport, Athletico-PR e Juventude.

Ele iniciou a sua trajetória como treinador há pouco tempo, mas já teve bons trabalhos: no comando do Próspera, conquistou a Série C do Catarinense, seu primeiro título como treinador. Após passagens por Brusque-SC e Toledo-PR, retornou ao clube de Criciúma na temporada passada, onde conquistou, de forma inédita, o título da segunda divisão do Estadual e garantiu vaga para a elite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.