Após acidente de carro, Richarlyson deve voltar no São Paulo

Quase quatro meses após sofrer um acidente de carro e ser submetido a uma operação no braço direito, o meia Richarlyson deverá ser relacionado pelo treinador Muricy Ramalho para a partida do São Paulo contra o Rio Branco, na quarta-feira, no Estádio do Morumbi, pela 16.ª rodada do Campeonato Paulista.No dia 29 de dezembro, o jogador, acompanhado por dois amigos, estava próximo do km 14 da Rodovia Castello Branco, sentido interior-capital, quando perdeu o controle da sua picape e acabou se chocando contra a proteção lateral da pista. Desgovernado, o veículo foi parar dentro de um posto de gasolina. Além dele, um dos colegas teve fratura no abdômen e também precisou passar por cirurgia.Richarlyson só voltou a treinar normalmente no CCT da Barra Funda no início de março. Como o São Paulo está sem contar com inúmeros jogadores - Ilsinho e Josué estão na seleção brasileira; André Dias, Fredson, Maurinho e Jorge Wagner machucados; e Reasco defendendo o Equador -, Muricy pode escalar o jogador para o banco de reservas. Além de atuar como meia e volante, o atleta também pode ser improvisado em uma das alas.Campeão brasileiro de 2006 pelo clube, Richarlyson disse que não está preocupado com a disputa para ganhar uma vaga no time titular, já que perdeu três meses da atual temporada por causa da lesão no braço e ainda não jogou neste ano. "Não quero pensar no que poderia ter acontecido. Acho que esse é o meu momento e tenho que pensar que, se for para conseguir meu lugar, vou conseguir. Quem sabe não posso me tornar titular agora?"Somando a isso, o atleta de 24 anos comemorou o fato de poder regressar ao campo antes do clássico com o Palmeiras, que acontece no domingo, no Morumbi. "Se eu falar que não é melhor voltar contra o Rio Branco estarei mentindo. Mas nada também como uma prova de fogo como um clássico. Mas voltar contra um time considerado menor ajuda porque a gente se sente mais tranqüilo e dá para fazer algumas coisas sem muito medo de errar", analisou.MudançasPara o jogo contra o Rio Branco, Muricy continua com uma série de desfalques, entre eles o zagueiro Miranda, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Sem opções para o setor - restou apenas o garoto Breno -, existe a possibilidade de o treinador abrir mão do esquema com três defensores e retornar ao 4-4-2. Em compensação, ele contará com o retorno do atacante Leandro, que cumpriu suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.