Após acidente, meia do Hoffenheim corre risco de morte

O meio-campista Boris Vukcevic corre risco de morte após sofrer um acidente de carro nesta sexta-feira. O jogador defende atualmente o Hoffenheim e precisou ser submetido a uma cirurgia de emergência porque o seu estado é crítico. O seu time explicou que o jogador luta pela vida.

AE, Agência Estado

28 de setembro de 2012 | 13h09

O clube alemão confirmou a realização da cirurgia depois de Vukcevic ter sido "gravemente ferido". O carro do jogador, de 22 anos, se colidiu com um caminhão na estrada entre Hoffenheim e Heidelberg nesta sexta-feira. O caminhoneiro sofreu ferimentos leves.

O clube alemão divulgou comunicado oficial para explicar a situação do meia. "O jogador de 22 anos corre risco de vida em razão de lesões na cabeça provocadas pelo impacto e teve que ser levado de helicóptero para Heidelberg", disse o comunicado. "Vukcevic foi operado imediatamente e está (agora) em coma induzido. Sua condição é crítica", disse.

A situação grave de Vukcevic provocou comoção no Hoffenheim. "Esta notícia abalou a nós", disse o gerente-geral Andreas Müller. "O time, o treinador, todo mundo aqui está em estado de choque. Nossos pensamentos estão com Boris e sua família".

Vuckcevic iniciou a sua carreira nas categorias de base do Stuttgart e se transferiu em 2008 para o Hoffenheim. Pelo clube, ele já disputou 78 partidas do Campeonato Alemão e marcou seis gols, sendo um nesta temporada. Nascido na cidade croata de Osijek, ele já defendeu a seleção alemã sub-21.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolHoffenheimBoris Vukcevic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.