Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Após acordo com o Barcelona, Messi se torna o mais bem pago do mundo

Argentino terá salário equivalente a R$ 60,6 milhões por ano; Confira a lista dos 10 mais bem pagos

Iain Rogers, Reuters

16 de maio de 2014 | 16h48

MADRI - Barcelona e Lionel Messi chegaram a um acordo para melhorar o contrato do atacante argentino, que vai se tornar o jogador de futebol mais bem pago do mundo, com um salário anual de 20 milhões de euros (R$ 60,6 milhões).

O Barça não divulgou detalhes do acordo, que substituiu o contrato atual que expirava em junho de 2018, mas, de acordo com a mídia espanhola, o jogador de 26 anos, quatro vezes eleito o melhor do mundo, poderá ganhar cinco milhões de euros (R$ 15 milhões) a mais por temporada em bônus por rendimento.

O capitão da seleção argentina também vai recuperar o controle de seus direitos de imagem, segundo uma reportagem, o que aumentará ainda mais seus rendimentos, que, segundo a revista Forbes, o colocam entre os 10 esportistas mais bem remunerados do mundo, com ganhos de 41,2 milhões de dólares (R$ 91,2 milhões) por ano em salários e patrocínio.

"O FC Barcelona comunica que chegou a um acordo para a adequação contratual do jogador do plantel profissional Lionel Messi", disse o clube em breve comunicado. "A assinatura desta revisão e atualização contratual será efetuada ao longo dos próximos dias."

Messi, que ganhava 13 milhões de euros (R$ 39,4 milhões) por temporada, agora vai desbancar figuras como o atacante do Real Madrid Cristiano Ronaldo, que ganha 18 milhões de euros (R$ 54,6 milhões), e Zlatan Ibrahimovic, do Paris St. Germain, com 14,7 milhões de euros, de acordo com o jornal esportivo Marca.

O argentino é o artilheiro do Barcelona, com 354 gols em 424 partidas, e a notícia da renovação de seu contrato impulsiona o clube catalão antes da partida decisiva de sábado do Campeonato Espanhol contra o Atlético de Madri.

Desde a estreia oficial pelo Barcelona na temporada 2004-2005, a equipe já conquistou 21 títulos, incluindo três Liga dos Campeões e seis títulos espanhóis.

Maiores salários no futebol atual (em milhões por ano):

1) Lionel Messi (Barcelona) R$ 60,5

2) Cristiano Ronaldo (Real Madrid) R$ 54,5

3) Ibrahimovic (Paris Saint-Germain) R$ 47,6

4) Radamel Falcão Garcia (Mônaco) R$ 45,9

5) Thiago Silva (Paris Saint-Germain) R$ 39,4

6) Gareth Bale (Real Madrid) R$ 30,7

7) Xavi e Iniesta (Barcelona) R$ 26,2

8) Rooney (Manchester United) R$ 25,7

9) Drogba (Galatasaray) R$ 25,1

10) Van Persie (Manchester United) R$ 24,7

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFC BarcelonaMessi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.