Reuters
Reuters

Após acusação de conflito de interesse, Infantino diz manter confiança em Samoura

Presidente da Fifa não ve problemas em parentesco de dirigente com El-Hadji Diouf, ex-atacante senegalês e embaixador da candidatura de Marrocos à Copa de 2026

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2018 | 15h50

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, afirmou nesta quinta-feira que mantém sua "total confiança" na secretária-geral da entidade, Fatma Samoura, apesar das recentes críticas a ela quanto a um possível conflito de interesses.

+ Alemanha diz que exclusão candidatura marroquina à Copa levanta suspeitas

+ Proposta de Mundial de Clubes com 24 times abre 'guerra' na Fifa

+ Em briga por dinheiro, Fifa chama reunião emergencial por novos torneios

"Eu posso garantir a minha total confiança em Fatma Samoura para liderar a gestão da Fifa", declarou Infantino, em declaração à agência de notícias Associated Press. Como número dois da entidade, ela é responsável pela gestão interna da Fifa.

Samoura se viu envolvida em acusações de conflito de interesse em relação à candidatura de Marrocos para receber a Copa do Mundo de 2026. O caso veio à tona porque ela seria parente do ex-jogador senegalês El Hadji Diouf, que se tornou "embaixador" da candidatura nas últimas semanas.

A secretária-geral da Fifa classificou a acusação de "totalmente ridícula e sem fundamento". Ela garantiu que o ex-jogador do Liverpool "não é membro da minha família e tudo está bem claro", declarou Samoura, contratada por Infantino em 2016, meses após ser eleito presidente da Fifa, em substituição ao suíço Joseph Blatter.

O Marrocos está na disputa com a candidatura tripla dos Estados Unidos, Canadá e México para sediar a Copa do mundo de 2026. A decisão da Fifa será anunciada no dia 13 de junho, em congresso da entidade, realizado na véspera da abertura do Mundial da Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.